Imagens

Qual o sua suspeita diagnóstica?

FacebookTwitterGoogle+

LESÃO UNGUEAL

Paciente de Dr Luciano Larangeira em quimioterapia.
Qual o quimioterápico que este pacientes esta fazendo uso?

Fabrício Oliveira
A pele, as mucosas e os anexos constituem alguns dos mais importantes órgãos-alvo da toxicidade associada à quimioterapia. Neste caso me parece uma alteração na pigmentação com faixas transversais hipercromicas. Não observo alterações no relevo da unha. Portanto, algumas drogas podem esta envolvidas: ciclofosfamida, hidroxiureia, Vincristine, adriamycin, o 5- Fluorouracil (5-FU),Idarubicin, Mitomycin Bleomycin, doxorrubicina e daunorrubicina, MTX…

FacebookTwitterGoogle+

Reação alérgica?

Paciente visto hoje no Hospital Roberto Santos.

Refere início desta lesão 6h após uso de sulfametoxazol-trimetoprim para uma infecção urinária.Sem outras lesões .
Questões:
Qual a conduta ?

Talvez reação idiossincrásica. Não consegui enquadrar essa lesão em nenhuma das farmacodermias. Olhando-a isoladamente, a que mais se aproxima é a SSJ. Mas não encaixa o tempo de exposição e início da reação, a topografia (geralmente SSJ começa no centro e dissemina-se centrifugamente), ausência de pródromos (febre, mal estar, síndrome influenza-like…)e o fato de não acometer mucosa. Entretanto, esse descolamento subepidérmico é bem semelhante ao da SSJ. Talvez seja apenas o início da síndrome. CD: suspender a medicação, curativos estéreis e atentar para progressão da lesão e surgimento de infecção. Considerar corticoide (ainda controverso).
FacebookTwitterGoogle+

QUAL O DIAGNÓSTICO?

Colaboração de Luciano Laranjeira.
Menina de 5 anos, sem outros achados no exame físíco
O que vemos nesta imagem?
Quais as  causas ?
A biópsia está indicada?
Qual o tratameto?
Mateus do Rosário
.1 Eritema Nodoso (Ddx –> urticária, picada de inseto)
2. Causas principais em crianças doença estreptocócica. Em adultos Streptococus e sarcoidose. Pode ser relacionado a doenças inflamatórias intestinais, TB, hansen, fungos, neoplasias (linfoma).
3. Usualmente biópsia só indicada para casos de diagnóstico dificil (obscuro)
4.Usualmente TTO com AINES, descanso, compressas frias.

Licurgo Pamplona
Nódulos eritematosos na superfície extensões predominando nos MM II – pernas
– eritema nodoso
Concordo com as causas já citadas, cito ainda pós infecção vital e uso de medicamentos
Diagnostico começa com boa história clinica para buscar causa
Carlos Moura
Mnemonico que criei para lembrar das causas de eritema nodoso:
E R I T E M A N
Estreptococcia
Retocolite/Crhon
Inflamatorias (Sarcoidose, LES, Vasculite, Pancr.)
Tuberculose
Endocrinas (gravidez, uso de ACO)
Mal Hansen
A esclarecer (forcei a barra mesmo)
Neoplasia (linfoma pincipalmente
JAnine Magalhaes
Concordo com todos os comentários acima.Por definição o eritema nodoso ocorre em região pré-tibial anterior , simétrico , porem pode  aparecer em outros lugares , e sendo assim o diagnóstico mais provável é  hanseníase.
Como foi citado a biopsia só em casos duvidosos, e lembrar que o eritema nodoso é uma paniculite  e  a biopsia não vai dizer a causa específica.
Sarcoidose é uma causa importante –  nos EUA  mulher jovem com adenopatia hilar + eritema nodoso  é sarcoidose.
Pose ser idiopatico e mesmo assim cursar com  febre , artralgia  fazendo parte do quadro inflamatório.
Lembrar que drogas podem ser a causa , inclusive as usadas para tratamento da hanseníase ( o inicio do tratamento ate faz aparecer o eritema nodoso ).
FacebookTwitterGoogle+