Relato de Caso por Marco Lessa

Marco Lessa MR2 CM HGRS
 Paciente 50 anos sexo masculino proveniente de zona rural , previamente hígido ,deu entrada no HGRS com queixa de febre intermitente, hiporexia e astenia há 4 meses da admissão, associado ao quadro relata perda ponderal não quantificada.Nega outras queixas ;nega patologias prévias. Ao exame na admissão apresentava-se em regular estado geral com sinais vitais dentro da normalidade,exame segmentar apenas fígado palpável há 5cm do Ax , superfície lisa, indolor .Sem outros achados patológicos.

Após alguns dias na enfermaria , apresentou com adenomegalia cervical e inguinal, pequenos , movéis, de consistência fibroelástica ,os quais foram biopsiados.

Enquanto aguardávamos os resultados ,ele evoluiu com piora do quadro clínico geral , com febre diária ,taquicardia, taquipnéia, aparecimentos de novos gânglios, aumento do fígado e foi notado esplenomegalia e queda dos níveis de hemoglobina, plaquetas e leucócitos ( antes normais).

1.Logo após a admissão, quais exames seriam mais importantes para esclarecimento diagnóstico ?

2.O paciente apresentou uma piora importante do quadro clínico entro de 2 dias ,como explicar esta evolução e quais suspeitas diagnósticas.?

FacebookTwitterGoogle+