O Que fazer?

Imagens enviadas para este blog por Andre Cedro- MR2 do HSR

Paciente feminina de 56 anos, deu entrada na emergência com queixa de dor torácica e dispnéia súbita. Tem passado de HAS em uso  regular de medicação e obesidade. Nega dislipidemia e DM. Já chegou em franca insuficiência respiratória com SatO2 de 76% em ambiente.

Foi realizado intubação orotraqueal e mantida em VM com FiO2 =100% e instalado  noradrenalina.

e agora? o que fazer/ quais as possibilidades diagnósticas e condutas terap6eutic

FacebookTwitterGoogle+