Mudança na cor da urina.

CASO CLÍNICO

  • IDENTIFICAÇÃO:
  • LCSJ, 23 anos, masculino, solteiro, estudante universitário, natural e procedente de Salvador-BA.
  • QUEIXA PRINCIPAL: Urina escura há um dia.
  • H.M.A.Paciente refere que, há três dias, iniciou quadro de astenia, dores no corpo e febre diária, aferida em casa (em torno de 38-39,5ºC). Há um dia, além desses sintomas, observou alteração na coloração da urina, a qual ficou muito escura (“quase preta”, sic), semelhante à cor de café. Negou disúria, dor lombar, polaciúria, edema ou hipertensão arterial. Há dois meses, apresentou os mesmos sintomas e foi investigado para litíase renal e tratado também com levofloxacino, por sete dias, ocorrendo melhora, na época.Referiu que, há dois anos, teve quadro semelhante (astenia, mialgia, febre e hematúria), no mesmo período, pós-carnaval, quando houve suspeita de leptospirose, sendo tratado para isso e apresentou melhora
  • INTERROGATÓRIO SISTEMÁTICO: ndn.
  • ANTECEDENTES:
  • Negou outras comorbidades, cirurgias prévias, hemotransfusões.
  • Negou história familiar com relação à hipertensão, diabetes, nefropatias ou neoplasias.
  • HÁBITOS DE VIDA:
  • Etilismo em quantidade moderada, inclusive antes de aparecer o quadro clínico em que estava.
  • Negou tabagismo, uso de drogas ilícitas.
  • Faz exercício físico regularmente (musculação), ingerindo suplementos (JAK 3D e Prov 60)
  • EXAME FÍSICO:
  •  BEG, consciente e orientado, hidratado, eupnéico, corado, anictérico, acianótico
  • Sinais 120/80mmHg ; FC 80 bpm; FR 20 irpm; Tax 37,
  •   AR: MV presente, bilateral e simétrico, sem RA
  •   ACV: RCR em 2T, BCNF, sem sopros.
  • ABD: plano, depressível, indolor à palpação, não foi palpado massas ou visceromegalias. RHA+
  • EXT: perfusão periférica adequada, sem edemas
FacebookTwitterGoogle+