Atenção aos sinais clínicos para evitar complicações maiores.

Paciente feminina de 50 anos com diagnóstico de artrite reumatóide há 2 anos, em tratamento com anti-TNF, internada com história de dor torácica ventilatório-dependende, dispnéia e febre há 15 dias.Procurou  serviço médico de urgência onde foi dado diagnóstico de pneumonia e prescrito ceftriaxone, sendo então transferida.Dá entrada com febre , taquipnéia e taquicardia  e esse raio x mostrado na figura. Evoluindo com persistência da febre, piora da taquipnéia, hipoxemia na gasometria, mantendo dor ventilatória dependende e aparecimento de estase de jugular.

Qual a complicação esta paciente apresentou? E a conduta imediata?

Qual diagnóstico etiológico mais provável? Tem associação com a medicação para artrite reumatóide ( AR)?

Poderia ser uma complicação da própria AR?

FacebookTwitterGoogle+